É POSSÍVEL ESCAPAR DO COLONIALISMO EM RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL NO BRASIL? UMA PROPOSTA PLURALISTA, PRAXEOLÓGICA E ESTRUTURACIONISTA

  • Fernanda Filgueiras Sauerbronn Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Responsabilidade social empresarial, Colonialismo, Estratégia.

Resumo

O presente ensaio teórico tem o objetivo de propor uma perspectiva pluralista, praxeológica e estruturacionista para o estudo das estratégias de RSE no Brasil. O argumento apresentado está fundamentado na possibilidade de produzir conhecimento a partir de uma posição que esteja à margem do modelo dominante desenvolvido no âmbito da literatura norte-americana de RSE, fortemente influenciada nas últimas décadas pelas escolas prescritivas da área de estratégia. Visando o desenvolvimento dessa argumentação, o artigo está estruturado em cinco seções. A primeira seção introduz a argumentação central e propõe convoca os leitores à reflexão quanto à produção de conhecimento no Brasil que fuja do viés norte-americano. A segunda seção apresenta uma revisão da perspectiva dominante em RSE, suas origens e desdobramentos. A terceira seção discute a influência da área de estratégia, e da teoria dos stakeholders, na consolidação da determinação estrutural da ação como perspectiva dominante em RSE, em detrimento de abordagens que reconheçam a agência dos praticantes. A quarta seção propõe uma perspectiva pluralista, praxeológica e estruturacionista visando apontar caminhos para o estudo da agência dos praticantes das estratégias de RSE. A quinta seção traz algumas considerações e proposições finais no sentido de possibilitar a geração de conhecimento que escape do colonialismo ontológico e epistemológico, ao envolver praticantes e pesquisadores que historicamente consomem e reproduzem os modelos norte-americanos dominantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Filgueiras Sauerbronn, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Doutora em Administração pela Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getulio Vargas. Professora Adjunta da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Publicado
08-01-2011
Como Citar
Sauerbronn, F. F. (2011). É POSSÍVEL ESCAPAR DO COLONIALISMO EM RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL NO BRASIL? UMA PROPOSTA PLURALISTA, PRAXEOLÓGICA E ESTRUTURACIONISTA. Gestão E Sociedade, 5(10), 81-100. https://doi.org/10.21171/ges.v5i10.1346
Seção
Artigos