PARTICIPAÇÃO SOCIAL E GESTÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE CULTURA: UMA ANÁLISE DO CONSELHO MUNICIPAL DE POLÍTICA CULTURAL DE FORTALEZA

  • Alexandre Barbalho UECE
  • Renata Melo UECE
Palavras-chave: Conselho Gestor, Política Cultural, Democracia, Participação Social, Governança

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar a participação dos conselheiros que atuaram na primeira gestão do Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC) de Fortaleza (2010-2012). Nosso interesse é observar se e como esse instrumento de governança funciona efetivamente como mecanismo de participação social na gestão de políticas culturais. Para tanto, nos valemos dos resultados de pesquisa empírica desenvolvida junto ao CMPC, no período de janeiro de 2010 a novembro de 2012. Fizemos o acompanhamento de várias sessões do referido Conselho, com elaboração de diário de campo. Junto ao trabalho de campo, analisamos as atas e, a partir desta análise, realizamos entrevistas estruturadas com 07 conselheiros. Como conclusão mais geral, constatamos que o conselho apresenta uma regular capacidade propositiva, exercendo um discreto poder de influência sobre o processo de definição das políticas públicas no município.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre Barbalho, UECE
Professor dos PPGs em Políticas Públicas da UECE e em Comunicação da UFC. Líder do Grupo de Pesquisa em Políticas de Cultura e de Comunicação (CULT.COM).
Renata Melo, UECE
Mestra em Políticas Públicas e Sociedade pela UECE.  Integrante do Grupo de Pesquisa em Políticas de Cultura e de Comunicação (CULT.COM).
Publicado
03-02-2015
Como Citar
Barbalho, A., & Melo, R. (2015). PARTICIPAÇÃO SOCIAL E GESTÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE CULTURA: UMA ANÁLISE DO CONSELHO MUNICIPAL DE POLÍTICA CULTURAL DE FORTALEZA. Gestão E Sociedade, 8(20), 633-650. https://doi.org/10.21171/ges.v8i20.1878
Seção
Artigos