Avaliação da Produção Acadêmica da Revista Gestão & Regionalidade de 2005 a 2012 através de Bibliometria e Sociometria

  • Henrique César Melo Ribeiro Faculdade Maurício de Nassau (Unidade Parnaíba-PI)
Palavras-chave: Gestão & Regionalidade, Produção Acadêmica, Bibliometria, Sociometria.

Resumo

Os artigos publicados na revista Gestão & Regionalidade, de 2005 a 2012, foram avaliados através de bibliometria, sociometria e estatística descritiva. Nos 162 artigos analisados, destacam-se dois autores nacionais – Maria Aparecida Gouvêa, a mais prolífera, e Mauro Neves Garcia, o articulista com maior centralidade de grau e de intermediação. Porter foi o autor mais citado e a Universidade de São Paulo foi a instituição de ensino superior com maior produção de artigos, bem como a de maior centralidade e grau de intermediação. A abordagem qualitativa foi bastante utilizada nos artigos e estratégias corporativas, marketing e gestão de pessoa foram os temais mais publicados na revista. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Henrique César Melo Ribeiro, Faculdade Maurício de Nassau (Unidade Parnaíba-PI)
Doutorando em Administração de Empresas pela Universidade Nove de Julho (2010), Mestre em Administração de Empresas pela Universidade de Fortaleza (2009), possui graduação em Bacharelado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Piauí (2005), especialização em Docência do Ensino Superior pela Faculdade Piauiense (2007), e especialização em Controladoria Governamental pela Faculdade Piauiense (2010). Atualmente é professor da Faculdade Piauiense Maurício de Nassau dos cursos de Administração e Contabilidade. Linha de pesquisa, Estratégia e Estudos Organizacionais, com ênfase nos temas: Governança Corporativa, Estratégia, Sustentabilidade, Controladoria, Contabilidade e Finanças.  Membro do grupo de estudos com proprietários, representantes dos proprietários e altos executivos(GEPRA).
Publicado
13-01-2015
Como Citar
Ribeiro, H. C. M. (2015). Avaliação da Produção Acadêmica da Revista Gestão & Regionalidade de 2005 a 2012 através de Bibliometria e Sociometria. Gestão E Sociedade, 7(18), 425-450. https://doi.org/10.21171/ges.v7i18.1899