Os Efeitos da Educação Sobre o Progresso Tecnológico no Brasil

  • Roberto Miranda Pimentel Fully Fucape Business School
  • Arilton Teixeira Fucape Business School

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar, empiricamente, o processo de crescimento do progresso técnico brasileiro no período de 1971 a 2011, sobretudo no que tange à contribuição da acumulação de capital humano para este processo. O Brasil apresentou melhorias dos indicadores educacionais nas últimas décadas, como redução das taxas de analfabetismo, repetência e evasão escolar, além de contar com expressivo aumento das instituições privadas de ensino superior.Entretanto, não foi possível identificar com a série histórica desta pesquisa, que mais educação formal gerou impacto no progresso tecnológico. A taxa de crescimento do PIB per capita e a carga tributária, também não se apresentaram como fatores relevantes para o progresso técnico. Esses resultados podem estar relacionados ao fato de as variáveis em estudo (interesse e controle), serem pouco correlacionadas com a variável dependente, progresso tecnológico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roberto Miranda Pimentel Fully, Fucape Business School
Mestrado em Ciências Contábeis pela Fucape Business School
Arilton Teixeira, Fucape Business School
PhD em Economia pela University of Minnessota
Publicado
28-04-2016
Como Citar
Fully, R. M. P., & Teixeira, A. (2016). Os Efeitos da Educação Sobre o Progresso Tecnológico no Brasil. Gestão E Sociedade, 10(25), 1274-1283. https://doi.org/10.21171/ges.v10i25.1978
Seção
Artigos