Economia Solidária - Análise Estrutural e de Relacionamento de seus Atores: o Caso da Rede de Economia Solidária da Região Metropolitana de Curitiba-PR

  • Gustavo Dambiski Gomes de Carvalho
  • Rúbia Oliveira Corrêa Instituto Federal do Paraná - IFPR
  • June Alisson Westarb Cruz Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR
Palavras-chave: Redes, Economia Solidária, Estrutura relacional, Estrutura Motivacional.

Resumo

O presente estudo identificou a estrutura relacional e motivacional da Rede de Economia Solidária da Região Metropolitana de Curitiba. A pesquisa é caracterizada como estudo de caso, descritiva, quali-quantitativa e de corte transversal. Foram entrevistados dezesseis empreendedores integrantes da Rede de Economia Solidária supracitada. A coleta de evidências foi realizada através de entrevista e questionário semiestruturados. Observou-se que a rede está em fase embrionária de desenvolvimento, pois possui baixa densidade. No entanto, tem uma perspectiva de futuro relacional interessante, potencializado pela baixa distância entre os atores e motivado por seu principal ator, a organização Trilhas Incubadora Social Marista, cujo papel principal se estabelece justamente em articular e desenvolver novos empreendimentos. Por fim, foram verificados os diversos motivos que justificaram a participação dos integrantes do grupo de Economia Solidária da Região Metropolitana de Curitiba numa estrutura de rede, dentre os mais citados, a possibilidade de desfrutarem de capacitações promovidas pela rede.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
15-04-2016
Como Citar
Carvalho, G. D. G. de, Corrêa, R. O., & Cruz, J. A. W. (2016). Economia Solidária - Análise Estrutural e de Relacionamento de seus Atores: o Caso da Rede de Economia Solidária da Região Metropolitana de Curitiba-PR. Gestão E Sociedade, 9(24), 1073-1097. https://doi.org/10.21171/ges.v9i24.2006