Editorial – A produção científica e a formação em administração: é possível dissociar relevância e rigor em tempos de pandemia?

  • Roberto Brazileiro Paixão Núcleo de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal da Bahia
  • Allan Claudius Queiroz Barbosa Faculdade de Ciências Econômicas e Instituto de Estudos Avançados Transdisciplinares, Universidade Federal de Minas Gerais
  • Jefferson David Araujo Sales Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal do Sergipe
Palavras-chave: Gestão, Pandemia, COVID-19

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARTUNEK, J. M., & RYNES, S. L. (2014). Academics and practitioners are alike and unlike: The paradoxes of academic–practitioner relationships. Journal of Management, 40(5), 1181–1201.

BERTERO, C (2007). Editorial. RAE Eletrônica, 6(1).

BERTERO, C; CALDAS, M; WOOD JR, T. (1999) Produção científica em Administração de empresas: provocações, insinuações e contribuições para um debate local. Revista de Administração Contemporânea, 2(1), 147-178.

BERTERO, C; CALDAS, M; WOOD JR, T. (2005) Produção científica em Administração no Brasil: o estado da arte. São Paulo: Atlas.

BRESNEN, M.; BURRELL, G. (2012) Journals à la mode? Twenty years of living alongside Mode 2 and the new production of knowledge. Organization, 20(1), 25-37.

GIBBONS, M. (1994) et al. The new production of knowledge: The dynamics of science and research in contemporary societies. London: Sage.

KIESER, A.; NICOLAI, A. and SEIDL, D. (2015) The practical relevance of management research: turning the debate on relevance into a rigorous scientific research program. The Academy of Management Annals, 9(1), 143-233.

LARIVIÈRE, V. & SUGIMOTO, C. (2018) Do authors comply when funders enforce open access to research? [online]. Nature. [viewed 12 March 2020]. DOI: 10.1038/d41586-018-07101-w. Available from: https://www.nature.com/articles/d41586-018-07101-w

LARIVIÈRE, V. and WARREN, J.P. (2019) Introduction: The Dissemination of National Knowledge in an Internationalized Scientific Community. Canadian Journal of Sociology [online]. vol. 44, no. 1, pp. 1-8 [viewed 12 March 2020]. DOI: 10.29173/cjs29548. Available from: https://journals.library.ualberta.ca/cjs/index.php/CJS/article/view/29548
MASCARENHAS, A. O. & BARBOSA, A. C. Q. (2013). Produção científica brasileira em gestão de pessoas no período 2000-2010. Revista de Administração de Empresas, 53(1), 35-45. https://doi.org/10.1590/S0034-75902013000100004

NICOLAI, A. T. (2004). The bridge to the “real world”: Applied science or a “schizophrenic tour de force”? Journal of Management Studies, 41(6), 951–976.
NICOLAI, A., & SEIDL, D. (2010). That’s relevant! Different forms of practical relevance in management science. Organization Studies, 31(9–10), 1257–1285.
PORTER, L. W.; MCKIBBIN, L. E. (1988) Management education and development. McGraw-Hill: New York.
Publicado
01-06-2020
Como Citar
Paixão, R. B., Queiroz Barbosa, A. C., & Araujo Sales, J. D. (2020). Editorial – A produção científica e a formação em administração: é possível dissociar relevância e rigor em tempos de pandemia?. Gestão E Sociedade, 14(39), 3672-3680. https://doi.org/10.21171/ges.v14i39.3284