A INSERÇÃO DO GÊNERO FEMININO NA EMPRESA VIS-À-VIS A PARTICIPAÇÃO FEMININA NA POPULAÇÃO ECONOMICAMENTE ATIVA: UM ESTUDO DE CASO DA COMPANHIA ENERGÉTICA DO PARANÁ (COPEL)

  • Lemuel Brasil UFES
  • Antônio Nunes Pereira Finanças Fucape Business School
  • Vandresa Lúcia Machado Nacional de Ciências Estatísticas
Palavras-chave: Gênero, Participação Feminina, Recursos Humanos, População Economicamente Ativa (PEA)

Resumo

O objetivo deste trabalho é avaliar a inserção feminina no corpo funcional, cargos de chefia e funções de conselho a partir da análise do Balanço Social e das Informações Anuais (IAN’s) da Companhia Energética do Paraná, COPEL. A pesquisa delimitada pelos período de 1999 a 2006 está suportada por materiais bibliográficos, bases de dados virtuais, documentos e artigos relacionados. Os achados do estudo permitem inferir que, no período analisado, tem-se que a participação das mulheres no corpo funcional da COPEL permanece próxima a 17,5%. A participação na chefia foi em média 6,1%. Para os cargos do Conselho de Administração, a média foi de 4,7%. Não foi possível encontrar evidência de participação feminina no Conselho Fiscal nem nas diretorias a partir dos IAN’s. No estudo pode-se verificar que o quadro de inclusão da mulher na COPEL não acompanhou a evolução da PEA feminina das 4 maiores regiões metropolitanas brasileiras, apresentando médias de participação inferiores à participação feminina na PEA no período de 2002 a 2006. Sugere-se a ampliação de pesquisas relacionadas ao tema da inserção vertical de gênero nas empresas, a fim de obter maiores evidências para o setor elétrico e demais setores no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
25-11-2009
Como Citar
Brasil, L., Pereira, A. N., & Machado, V. L. (2009). A INSERÇÃO DO GÊNERO FEMININO NA EMPRESA VIS-À-VIS A PARTICIPAÇÃO FEMININA NA POPULAÇÃO ECONOMICAMENTE ATIVA: UM ESTUDO DE CASO DA COMPANHIA ENERGÉTICA DO PARANÁ (COPEL). Gestão E Sociedade, 3(5), 95-113. https://doi.org/10.21171/ges.v3i5.690
Seção
Artigos