Editorial – Momento de pandemia e incertezas

 

A Revista Gestão e Sociedade chega ao seu segundo numero de 2020  em um momento de forte expansão da pandemia da Covid-19 causada pelo coronavírus SARS-CoV-2. Esta grande crise mundial de saúde, além de todos os efeitos e consequências que acarreta, desnuda dificuldades e fragilidades  que a sociedade global enfrenta para conter a expansão do vírus e dar respostas que garantam a saúde e a vida das pessoas. O notável esforço colaborativo entre cientistas e pesquisadores ao redor do mundo reforça o compromisso da ciência e da educação no enfrentamento da pandemia, sendo a única certeza possível.

Por sua vez, no campo das publicações científicas  a assincronia entre as demandas que o contexto exige acaba por não encontrar ressonância no timing de sua divulgação. Ou seja, os tempos de uma publicação nem sempre são coincidentes àqueles impostos pela dinâmica social.  Para além dos dramáticos efeitos que a pandemia irá ocasionar, soma-se a eles uma profunda reflexão a ser feita por editores  de revistas cientificas ao redor do mundo e que  deve ser acentuada a partir de agora, qual seja, como proporcionar maior agilidade na divulgação sem colocar em risco o rigor e qualidade científica.  Por exemplo, a opção pelo formato em preprints (artigos não revisados pelos pares) e plataformas de periódicos para artigos submetidos à avaliação surgem com alternativas que devem ser consideradas para minimizar este descompasso. Isso, buscando maior visibilidade de suas publicações.  Nesta perspectiva, o primeiro artigo deste número foi convidado pela Editoria Científica para abordar  outro  tema  relevante pelo seu impacto trágico. Nele, os autores discutem os efeitos econômicos gerados pela paralisação de parte da atividade minerária em Minas Gerais, decorrentes do desastre na barragem de  Brumadinho em 2019.

O segundo artigo, por sua vez,  no tradicional sistema double blind review, assim como os demais excetuando o último na seção Debates e Discussões, analisa os efeitos do Fundo de Participação dos Municípios na redução das desigualdades de desenvolvimento econômico e social existentes entre os municípios brasileiros. O terceiro artigo identifica fatores socioeconômicos, demográficos, orçamentários e de gestão que exercem influência no desempenho dos alunos no sudeste brasileiro. O quarto artigo, contribuição de investigadores de Portugal,  procura refletir sobre os modos de estruturação do campo empírico da igualdade de gênero na composição dos órgãos das cooperativas naquele país.

O quinto artigo discute sobre o papel estratégico dos Nucleos de Inovação Tecnológica (NIT) na elaboração das políticas de inovação no Rio Grande do Norte e Paraíba. Na sequencia, o sexto artigo explora o relacionamento entre gênero, idade, escolaridade e os tipos de atividades e fatores de rejeição ao uso da Internet  a partir de dados secundários disponibilizados pelo Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e Comunicação (CETIC). O sétimo artigo analisa as relações entre valores do trabalho e satisfação dos servidores públicos que trabalham no serviço de atendimento à sociedade na Justiça Federal.

Por fim, o oitavo artigo, convidado para a sessão Debates e Discussões e publicado neste número da Revista Gestão e Sociedade com autorização da editora e dos autores, traz a introdução da edição revisada do livro “A Economia do Subdesenvolvimento”, tradução da obra clássica de 1958 de A. N. Agarwala e S.P. Sing, publicada em 2010. Esta introdução, disponível até agora somente no formato impresso, apresenta uma análise das contribuições originais dos autores da economia do subdesenvolvimento nas perspectivas teórica e histórica, tendo se tornado uma referência no ensino de desenvolvimento econômico no Brasil.

A Revista Gestão e  Sociedade deseja, mais do que nunca, que os laços de solidariedade se fortaleçam entre todos e todas e que este dificil momento seja superado com equilíbrio, informação qualificada e respeito aos preceitos científicos.

Uma boa leitura.

 

A Equipe Editorial

Gestão e Sociedade é uma publicação do Centro de Pós-Graduação e Pesquisas em Administração da Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG, de periodicidade quadrimestral. Editores: Allan Claudius Queiroz Barbosa (FACE/UFMG, Editor Responsável), Noel Torres Júnior (FACE/UFMG), Robert Aldo Iquiapaza (FACE/UFMG), Genauto Carvalho de França Filho (EAUFBa/NPGA). Assistentes Editoriais: Cristina Luiza Ramos da Fonseca (CEPEAD/FACE/UFMG – Fiocruz Minas), Alexandre de Queiroz Stein (CEDEPLAR/FACE/UFMG),  Juliana Goulart Soares do Nascimento (UFJF/GV) – ISSN 1980-5756 © CEPEAD/FACE/UFMG.   

 

Publicado: 17-04-2020

Editorial

Artigos